Saturday, March 14, 2009

Chega a ser cômico o quanto essa vida é ilusão!
Numa hora, somos, temos e vibramos!
Noutra, tudo pode sumir numa jogada de dados...
E neste mundo, onde o que mais importa é matéria densa, perder uma fortuna pode ser realmente uma fatalidade gravíssima!
Temos o direito e o dever de sofrer por uma perda material....mas quem cultua outros valores, pode achar a situação um tanto quanto hilária, comparada a outras perdas mais substânciais em sentimentos!
Já perdi pai e mãe.....Seres insubstituíveis..
Já perdi amigos e irmãos que se confundiram, se mudaram, foram embora ou apenas fizeram escolhas irreconciliáveis;
Já perdi bichos de estimação, oportunidades, refeições..
Já perdi tempo, paciêcia (o tempo todo as vezes)..
Já Perdi a identidade, as chaves de casa...

Mas há algo que permanece...E parece ser a única coisa necessária!
Algo que nos mantém no páreo...quando estamos desanimados...e o que nos faz vibrar quando estamos na dianteira!!
Chamem isso do que quiserem (há vários nomes mesmo)!
Mas é a única coisa que importa realmente, e só a perceberemos quando perdermos tudo;
E aí então nos tornamos plenamente livres!!!

1 comment:

Andrea Mari said...

...perdas e ganhos sao parte desta vida,a balanca tem que pender mais para o ganho sempre,mesmo que este se encontre na perda.